Negar o dom da oratória de Lula é um grande erro

“O CIRCO”

Não se pode negar que foi um grande espetáculo circense, assim como não se pode negar o dom da oratória do ex-ladrão.

Na realidade, Lula fez um excelente discurso. Foi de uma sabedoria sem igual, uma genialidade fora do comum.

Não é à-toa que ele conseguiu enganar o mundo inteiro, não à-toa que o PT ainda existe por causa dele.

Acontece que, quem pensa um pouquinho mais, sabe que foi tudo forjado, uma grande mentira que só os incautos acreditam na boa intenção desse comunista perverso. Mas não se pode negar que Lula foi muito feliz no seu pronunciamento: bem elaborado; bem pensado e os pormenores não foram esquecidos.

Toda uma estrutura gigantesca foi montada para esse dia especial. Um verdadeiro circo. Tudo lembrava Hitler quando esse se dirigia ao povo alemão. No início, um excesso de cuidados com os protocolos para evitar a contaminação da COVID. Tudo isso para mostrar que eles não são irresponsáveis como Bolsonaro, que não se cuida: no palco, o apresentador usa luvas amarelas “fluorescente” para chamar atenção, roupa preta de manga comprida, máscara de pano e uma outra de plástico transparente por cima da de pano, parecia filme de ficção.

Lula, antes de falar, consultou o médico se podia tirar a máscara, somente então, depois da autorização do médico, ele começou a falar. E falou com o brilhantismo de sempre e começou o discurso pisando nas feridas de Bolsonaro. Feridas essas que são as mentiras alardeadas pela imprensa de esquerda e ele não se esqueceu de nenhuma delas e foi fundo. Para atenuar um pouco o massacre, o ex-ladrão falava da angústia das pobres donas de casa que não tinham dinheiro para fazer a feira e que passava necessidade nessa época difícil e que o monstro Bolsonaro não se sensibilizava com o sofrimento do povo, com o sofrimento dos pobres coitados.

O discurso foi longo, porém, bem feito. Pode falar o que quiser de Lula, mas o discurso foi bem feito, bem elaborado e falado com impetuosidade de sempre que, somente um gênio da oratória é capaz. Esse mérito ninguém tira de LULA, assim como ninguém deve negar o dom da oratória de Hitler

About José William Vieira

View all Posts

Brasileiro da Bahia que gosta de escrever. Escritor/Jornalista que gosta de abordar o cotidiano do seu ângulo de visão.

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas