À espera de um acidente

Acidente

A espera de um acidente

Quando um cidadão comum esquece uma banda de tijolo ou um monte de terra na calçada, a prefeitura vem com unhas e dentes pra cima do cidadão,  mas não é preocupada com o bem estar dos transeuntes não,  é para cobrar dinheiro. Vem pra cima do  proprietário da casa para cravar multa.  Quando acontece festa de largo na cidade,  os fiscais da prefeitura  se proliferam feito cururu depois da chuva.

Dia de feira no Ceasa não é diferente, os fiscais também aparecem feito carcará sanguinolento para multar tudo e todos  que não estejam rigorosamente em dias,   mas quanto o assunto  é passível de multa, aí, então,  a correia corre frouxa, não aparece sequer um  pau-mandado da prefeitura para  advertir ou  chamar a atenção  de responsáveis  de obras ou construção por negligenciarem cuidados de segurança na realização do trabalho no sentido de evitar acidentes.

Na Avenida Rosa Cruz, após o término da construção de um prédio de classe média,  a construtora não se preocupou em tirar o  contador de luz  que se encontra totalmente desguarnecido, sem a mínima proteção,  à espera de um acidente.

O registro  de luz  aparenta  abandonado, mas, na realidade,  encontra-se em pleno uso e por esse motivo  o risco de causar um grave acidente a um desavisado ou a uma criança curiosa é iminente. Torcemos para que nada aconteça, para que não voltemos a ouvir as hipócritas providências da autoridades: “ Vamos procurar os culpados”!  Ou as lamúrias dos miseráveis:  “Queremos justiça”!
(Por: Zé William)

About José William Vieira

View all Posts

Brasileiro da Bahia que gosta de escrever. Escritor/Jornalista que gosta de abordar o cotidiano do seu ângulo de visão.

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas