Eliéquio; o Pintor

Retrato: reflexão sobre a vida
Óleo sobre tela/2017

O artista plástico, Eliéquio Ferro Vieira, natural de Brotas de Macaúbas, terra natal de Milton Santos, geógrafobrasileiro.

Desde cedo,  Eliéquio gostava de desenhar.  Desenhava na calçada da casa. Os transeuntes quando viam,  chamavam os pais do menino para contemplarem a obra de arte que ele fizera na calçada.

No ginásio, nas aulas de desenho,  ele se sobressaia entre os demais. O dinheiro do cigarro ele tirava fazendo cartazes para esestagiárias do cursno normal darem aula. Também fazia cartazes para o cinema da cidade. Um dos desenhos que chamou à atenção de todos os estagiários da época, pelo traço firme e riqueza de detalhes do colorido, foram as cores vivas da cobra coral que ele pintou para uma professoranda.

De muito novo, Eliéquio apresentava talento nato para o desenho. Também mostrava habilidade e destreza no trabalho manual, quando fazia carro de madeira, cópia fiel dos automóveis da época, com farol, amortecedor e tudo mais.

Apesar de mostrar aptidão para pintura, não cogitava ingressar em escola de arte, preferiu apostar num futuro mais promissor ou mais seguro, prestando concurso público. Obteve êxito em dois: BNB e Polícia Rodoviária Federal; optou pelo primeiro.

A circunstância e a luta pela sobrevivência o afastou dos pincéis e de suas palhetas de tintas, por um determinado tempo até conciliar as duas atividades,transformado a arte de pintar em hobby….