Marco Aurélio diz que está sendo crucificado por decisão sobre Lula

Ministro afirmou que sofre “patrulhamento” e reclamou das manifestações que recebe por ter deixado sessão que decidia habeas corpus de Lula

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Marco Aurélio Mello, disse nesta sexta-feira (23) que a Corte está sofrendo um “patrulhamento sem igual” pelas decisões que toma e que a sociedade não pode presumir “que todos sejam salafrários”.

 

Ele se queixou de manifestações que tem recebido e declarou que pediu para excluir duas contas de e-mail e para trocar números de seus telefones, tal era a quantidade de mensagens que lhe foram endereçadas.

— O patrulhamento é muito grande. A sociedade tem que pensar que existem homens de bem. Não pode a sociedade presumir que todos sejam salafrários até que provem o contrário, afirmou o ministro durante discurso no 15º Colóquio da Academia Brasileira de Direito do Trabalho, realizado na sede da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro.

— Nunca vi coisa igual. Nos dois endereços na internet, (vinha recebendo) cerca de mil mensagens por dia. E mensagens diferentes, o que revelam que a origem não é a mesma – ele esclareceu que não se tratavam de ameaças.

Mello afirmou ainda que está “sendo crucificado” por ter deixado a sessão do Supremo na quinta-feira (22).

— Estou sendo crucificado como culpado pelo adiamento do julgamento do habeas corpus do presidente Lula, porque sou um cumpridor de compromissos, disse o ministro. Vi hoje nos jornais que estou sendo apontado como culpado, por honrar um compromisso que assumi com muita anterioridade, apontado como o causador do adiamento do processo contra o ex-presidente Lula, como se fosse para ontem o julgamento. O Supremo não tem apenas um processo, tem milhares de processos.

Segundo o ministro, seu voo para o Rio de Janeiro estava marcado para às 19h40 de quinta-feira e ele já havia feito o check-in – Mello chegou a mostrar uma folha durante o julgamento, para provar o que dizia – quando foi colocado em votação o pedido de adiamento da sessão. A proposta acabou aprovada.

Fonte: https://noticias.r7.com/

About José William Vieira

View all Posts

Brasileiro da Bahia que gosta de escrever. Escritor/Jornalista que gosta de abordar o cotidiano do seu ângulo de visão.

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas