Obcecada pelo Estado Islâmico, menina mata mãe após ver vídeos de decapitação

Ao lado do namorado, Lisa Borch, 15 anos, esfaqueou a mãe por mais de 15 vezes na casa onde moravam, na Dinamarca

Lisa Borch, de 15 anos: ela planejava viajar para a Síria para se juntar ao grupo terrorista
Reprodução

Lisa Borch, de 15 anos: ela planejava viajar para a Síria para se juntar ao grupo terrorista

Com a ajuda do namorado, uma menina de 15 anos assassinou brutalmente a própria mãe em sua casa, na cidade rural de Kvisse, na Dinamarca. De acordo com a investigação, a garota estava obcecada pelo Estado Islâmico e praticou o crime após passar horas assistindo a vídeos de decapitação produzidos pelo grupo terrorista.

De acordo com a imprensa internacional, Lisa Borch assassinou a mãe, Tina Römer Holtegaard, com ao menos 20 facadas em outubro, em um período em que vinha assistindo aos vídeos das decapitações dos reféns David Haines e Alan Henning no You Tube.

Integrante do Estado Islâmico se prepara para assassinar refém no Oriente: prática recorrente
Reprodução/Internet

Integrante do Estado Islâmico se prepara para assassinar refém no Oriente: prática recorrente

Lisa alegou inocência na época do assassinato. Logo depois do crime, ela chamou a polícia em tom de voz desesperado, dizendo haver sangue em toda parte, e garantindo ter ouvido “a mãe gritar e, quando olhei pela janela, vi um homem branco correndo para longe”.

A investigação, no entanto, começou a derrubar sua versão tão logo a apuração do caso foi iniciada, quando os policiais foram à casa da vítima e encontraram a adolescente brincando tranquilamente ao telefone celular.

Reféns são amarrados e pendurados em área deserta antes de serem queimados vivos
Reprodução

Reféns são amarrados e pendurados em área deserta antes de serem queimados vivos

“Ela assistiu [aos vídeos de decapitação] por toda a noite”, disseram os promotores do caso. Segundo eles, a jovem planejava viajar à Síria com o namorado, o iraquiano Bakhtiar Mohammed Abdulla, por quem se apaixonou em um centro de refugiados em sua cidade, para se juntar ao Estado Islâmico.

Ela foi condenada a nove anos de prisão – sendo os dois primeiros a serem cumpridos em instituições voltadas para menores de idade. O namorado, a 13 anos – seguidos de deportação automática da Dinamarca.

A jovem Lisa Borch, de 15 anos: brigas com a mãe eram frequentes, segundo conhecidos
Reprodução

A jovem Lisa Borch, de 15 anos: brigas com a mãe eram frequentes, segundo conhecidos

“Foi um assassinato cometido a sangue-frio, de forma bestial”, disse a promotora Karina Skou. Ela ressaltou que, antes de cometer o crime, Lisa chegou a mostrar a faca com que mataria a mãe à irmã, que não teria acreditado no comentário.

A investigação não soube dizer quem esfaqueou a mulher, mas chegou à conclusão de que Lisa e o namorado foram ambos responsáveis pelo assassinato.

Terrorista do Estado Islâmico se prepara para decapitar refém neste mês no Oriente Médio
Reprodução

Terrorista do Estado Islâmico se prepara para decapitar refém neste mês no Oriente Médio
Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2015-09-15/obcecada-pelo-estado-islamico-menina-mata-mae-apos-ver-videos-de-decapitacao.html

About José William Vieira

View all Posts

Brasileiro da Bahia que gosta de escrever. Escritor/Jornalista que gosta de abordar o cotidiano do seu ângulo de visão.

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas