Vídeo: Príncipe Harry e a Princesa Meghan

Esse mundo virou de cabeça pra baixo mesmo. Ninguém entende é mais nada.
O sonho de qualquer mulher do planeta é casar com um príncipe, de preferência do Reino Unido e desfrutar da riqueza, do luxo e das mordomias da nobreza. Ocorre que o mundo mudou demais. Plebeia acha o príncipe encantado, casa e advinha? Não quer morar em castelo; refuga o título de realeza… pior: não quer fazer parte da família real. Onde já se viu um negócio desse? Deixar de ser alteza para voltar a ser plebeia, é gostar de ser pobre.

A Princesa Meghan não tem de que reclamar, sequer sogra tem.

A imprensa britânica senta a pua na pobre coitada e especula tudo. Diz que a princesa é feminista. Que fazia o ruivo comer sal na sua mão, mas não estava satisfeita. Queria também que o Príncipe Charles lavasse suas roupas e obrigar a rainha Elizabeth a preparar seu almoço. Aí deu no que. Francamente, não acredito nem pingo nessa história. Onde já se viu uma mulher bonita e nova como a Princesa Meghan ser feminista?

Feminismo é para mulher velha, feia, chata e de peitos murchibentos que homem nenhum deseja. Acredito que o verdadeiro motivo da Princesa Meghan abrir mão do conforto da Vida Monarca, é por não ter conseguido se adaptar à riqueza. E não deve ser fácil para quem vem da plebe e, de estalo, cair na nobreza. Para quem morava em casa popular e, de uma hora para outra, passar a morar numa palácio que, só na reforma, gastaram-se mais de 13 milhões de reais? É de assustar qualquer assalariado.

Ok! Tudo bem! Ninguém tem nada a ver com isso. É uma decisão dos dois pombinhos abrirem mão do título de Alteza Real e pronto! Assunto encerrado. Agora, a descolada atriz californiana, de origem humilde, não se adaptou à riqueza, imagine a situação do Principe Harry que nasceu rico, viveu na riqueza e ter que se acostumar com a pobreza sem antes fazer curso. Se, acostumar com a riqueza é difícil, imagine se adaptar à pobreza?

É maldade da pior. Quem no mundo se acostuma com a pobreza? Nem mesmo os lascados que já nascem nela se acostumam. O Principe Herri vai se acostumar? Ele vai é se arrombar. Isto sim! Vai ter que acordar cedo todo dia; pegar buzu; bater-ponto; receber ordem de chefe; viajar somente uma vez por ano, quando estiver de férias. Quem, além de pobre suporta uma vida desta? Sinceramente, somente muito amor para se adaptar a uma vida regrada assim.

E haja amor! Quero saber quando o buzu do príncipe Harry se atrasar por uma hora e depois ele ser obrigado viajar espremido no meio da pobrezada, cafungar os sovacos fedorentos dos passageiros se, no dia seguinte, ele continua nessa nova vida, ou pega o primeiro avião de volta pra baixo da saia da rainha, onde tem a riqueza, a fartura e o conforto da nobreza à sua espera, onde a fonte de dinheiro é inesgotável. Só quero ver quando ele bater de frente com a nova realidade, com a verdadeira vida real. Aí sim, eu quero ver se ele é esse retado todo. Se é cabra macho da paraíba.

About José William Vieira

View all Posts

Brasileiro da Bahia que gosta de escrever. Escritor/Jornalista que gosta de abordar o cotidiano do seu ângulo de visão.

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas