Acredite se Quiser

Aposto que ninguém sabia! Aposto que ninguém seria capaz de, ao menos, tentar adivinhar da existência. 
Aposto que nenhum brasileiro, por mais informado que seja, em pleno gozo de suas faculdades mentais, acreditaria numa informação dessa.

Ninguém no mundo seria capaz de, ao menos, tentar imaginar nessa probabilidade, por menor que seja, da existência de alguma coisa parecida com Conselho de Ética, com um complemento engraçado; Decoro Parlamente! Pois é, viu? O nome é engraçado e, acredite se quiser, no congresso brasileiro há essa coisa, pior, presidida por eles mesmos; os parlamentares, pode?

Ria, porque é engraçado mesmo! Inda tem gente que acredita piamente nesse órgão, na imparcialidade das decisões tomadas ali.
Fazer o quê, né? Pois é! Com não coxinha não se discute!

Antigamente ética era aquele negócio de caráter; conjunto de regras, preceitos de ordem moral de uma sociedade. Depois do PT, tudo isso virou uma baboseira só.

Ética, depois de PT, passou a ser um conjunto de atalhos para atingir a fortuna no menor espaço de tempo possível. Hoje, somente os insuportáveis coxinhas insistem com essa coisa de valores morais, com essa coisa de otário!

About José William Vieira

View all Posts

Brasileiro da Bahia que gosta de escrever. Escritor/Jornalista que gosta de abordar o cotidiano do seu ângulo de visão.

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas