O labor, a vida e as complicações cotidianas

pastoresPENSAMENTEANDO SOBRE A VIDA

Deus da igreja castiga quem não paga aos pastores rigorosamente em dias.

O Deus das igrejas está mais para banqueiro que divindade.

O condão da varinha mágica encontra-se na sabedoria e na humildade.

Embasado na vida real, Jesus é amigos somente dos pastores e donos de igrejas e ferrenho inimigos dos fiéis, dos religiosos, dos frequentadores de igrejas. Na dúvida olha o nível de prosperidade de cada um.
Não existe amor a Jesus nas igrejas, o que existe é o temor ao pastor do iminente risco de atrasar o pagamento da dívida assumida voluntariamente.

Ser religioso é, voluntariamente, inventar duplicata para pagar sem receber nada em troca.

Se Jesus fosse tão bonzinho assim ajudaria os miseráveis também, não somente os pastores.

A mesma coisa não é um caminhão de japonês, a mesma coisa são os partidos políticos do Brasil.

Não amo Deus, nem O odeio, apenas O contemplo.

O Deus das igrejas é moleque de recado dos pastores.

Não vou às Igrejas por respeito a Deus. Aquilo que eles dizem ser Deus não passa de um avarento agiota.

Se Jesus é ou foi o que, realmente, conforme escrito no Novo Testamento, Ele merecia ser mais respeito nas igrejas.

Se algum dia Jesus vier à terra a primeira coisa que ele irá fazer é destruir as igrejas e queimar a língua dos pastores.

Quem gosta de templo é o pastor, Deus gosta mesmo é do universo.

Sem a cachaça o fardo da vida torna-se mais pesado.

Impossível ser feliz sem Deus.

Com a morte não se barganha.

Verdadeiro amor não existe porque ele só acontece quando se ama o próximo como a si mesmo e isto é impossível.

Cada mentira soltada você se aproxima mais ao fundo do poço.

Quando você mente quer enganar quem?

Você pode receber a visita de Deus, mas, primeiramente, precisa se libertar das mediocridades.

Religiosamente falando, Jesus ajuda somente os pastores e proprietários de igrejas e deixa os fiéis na tanga.

É mais fácil um pobre sair da pobreza que o PT sair do pobre.

Mais importante que andar com a Bíblia no sovaco o dia inteiro é pagar o que deve e respeitar o próximo.

Antigamente os políticos vendiam a própria dignidade, hoje vende a própria dignidade, a dignidade da esposa e dos filhos.

O Jesus das Igrejas está mais para agiota que santo.

O que vejo nas igrejas é um Jesus agiota filho de banqueiro.

Deus da igreja é banqueiro, fiéis; os clientes.

O fiéis amam jesus, os pastores amam as economias dos fiéis.

Pois é, era nisso que eu estava pensando!

About José William Vieira

View all Posts

Brasileiro da Bahia que gosta de escrever. Escritor/Jornalista que gosta de abordar o cotidiano do seu ângulo de visão.

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas